Como colar grés porcelânico em interior

Veja nesta página os problemas mais comuns que lhe podem surgir e a solução weber a adotar para os resolver.

Problemas comuns e questões que pode enfrentar

colagem_gres_porcelanico_interior_problema_f1

1.

A evolução dos revestimentos cerâmicos, em especial o aparecimento e larga utilização do grés porcelânico com níveis de absorção de água muito baixos, veio obrigar a adaptação dos cimentos cola utilizados para a colagem. Os tradicionais cimentos cola utilizados para peças porosas não se adequam às exigências.

colagem_gres_porcelanico_interior_problema_f2

2.

Adicionalmente, quanto maior for o formato da peça de grés porcelânico maior a tendência para haver
curvatura (previstas nas normas europeias dos próprios revestimentos), o que diminui a superfície de contato entre a cola e a peça.

colagem_gres_porcelanico_interior_problema_f3

3.

As excelentes propriedades mecânicas, nomeadamente a resistência ao desgaste, permite a aplicação
do grés porcelânico em áreas industriais, zonas de tráfego intenso onde o grau de exigência é muito elevado.

colagem_gres_porcelanico_interior_problema_f4

4.

Neste sentido, a durabilidade do revestimento e pavimento dependem de uma adequada seleção do cimento-cola, em função do local, do suporte, da dimensão da peça cerâmica e, por fim, da correta técnica de colagem.