Para uma atividade e um negócio mais sustentável

Entrevista Negócios - Filipe Sambento

Setor da construção é uma área-chave. Por isso, a Saint-Gobain trabalha diariamente para apresentar os melhores produtos e as melhores soluções para edifícios aos clientes.

O ano de 2020 ficará para sempre na memória coletiva. Foi, sem dúvida, um ano atípico e exigente para muitos setores de atividade. A atividade da construção civil não foi exceção, mas soube mostrar uma grande resiliência perante as dificuldades e os desafios que lhe foram apresentados.

Segundo os dados mais recentes publicados pelo INE, no terceiro trimestre de 2020 o investimento em construção registou um crescimento homólogo de 5,9 por cento. Este valor revela a contínua aposta nesta área, bem como a confiança dos investidores.

É de salientar que toda a cadeia de valor da construção não parou durante a pandemia, desde o projeto, à produção e à distribuição de materiais ou ao pleno emprego das equipas de aplicação e instalação. O setor manteve-se unido e coeso com vista a sofrer o menor dano possível e sair relativamente incólume num ano de grande incerteza.

A distribuição dos materiais de construção merece aqui um destaque particular pela capacidade de reinventar o seu modelo de negócio perante os novos desafios ditados por esta nova realidade. E fê-lo com rapidez e agilidade: na gestão dos seus horários, na implementação de normas e procedimentos de segurança, na gestão das suas equipas, passando pela aposta em novos canais não presenciais, tudo de modo a assegurar a manutenção da confiança numa relação pessoal tão importante neste segmento.

As associações do setor, que muito evoluíram ao longo dos últimos anos, fizeram também um trabalho notável e muito profissional, tendo acompanhado de perto a atividade da construção e garantindo suporte, comunicação ou formação, com perspetivas e projeções muito assertivas.

Um setor ainda visto como conservador soube aproveitar de forma inteligente as novas tendências, desenvolvendo competências que resultaram de oportunidades, como por exemplo a digitalização e que contribuiu para esse impacto muito positivo no saldo final da construção em 2020.

São, indubitavelmente, os clientes e o mercado a inspiração da atuação da Saint-Gobain. Neste ano tão intenso, quisemos reforçar as relações de confiança e de parceria com os nossos clientes, com os quais temos desenvolvido projetos sólidos e de referência e com quem contamos para o futuro. É gratificante e significativo que os nossos clientes mostrem uma posição robusta no mercado, que lhes permita assegurar o seu papel no desenvolvimento do negócio. O seu sucesso é o sucesso da Saint-Gobain.

Para a Saint-Gobain, 2020 foi um ano muito positivo e de grandes conquistas, desde logo a integração com sucesso das atividades de argamassas, gesso e isolamento - marcas Weber, Placo e Isover, respetivamente. Esta integração vem oferecer mais oportunidades aos clientes, com uma proposta de valor conjunta e um serviço completo.

Também conseguimos reforçar um dos nossos pilares de atuação: a eficiência energética dos edifícios. Com os produtos das três atividades, oferecemos, de forma sustentada e coerente, soluções de isolamento térmico para edifícios. De salientar o sistema webertherm comfort ETICS/ITE da Weber, com isolamento de lã de vidro da Isover, os sistemas de fachadas Placotherm V ou Placotherm Integra, para edifícios de alta eficiência energética, ou o sistema de isolamento com lãs minerais da Isover, para sistemas de condutas de ar condicionado.

O objetivo final é a satisfação plena de todos os intervenientes da cadeia de valor, garantindo saúde e conforto nos edifícios. Na Saint-Gobain acreditamos que para nos sentirmos bem num edifício é necessário ter a quantidade perfeita de luz, o nível adequado de som e a temperatura ideal. Trata-se de design, estética e tecnologia, qualidade e segurança, eficiência e sustentabilidade. Os edifícios têm o potencial não só de proteger as pessoas de todos os aspetos menos positivos do mundo exterior, como o ruído, o clima e a poluição, mas também de fazer com que cada um de nós se sinta mais feliz e permitindo uma vivência plena, um trabalho profícuo e espaços de descontração em ambientes mais saudáveis.

Pelo exposto, o setor da construção é, e sempre será, uma área-chave, pelo que continuaremos a trabalhar no sentido de a fazer crescer de forma cada vez mais integrada, sustentada e focada no cliente.

Filipe Sambento in Negócios, 26 de janeiro de 2021

Pode comparar até 4 produtos.
Compare