Gama webercal garante performance e durabilidade na renovação de fachadas

Weber Portugal

As técnicas construtivas aplicadas no setor da construção, tanto no passado como atualmente, visam garantir a segurança, conforto maximização da vida útil de qualquer construção, procurando manter as condições iniciais durante um período de tempo o mais alongado possível.

No entanto, apesar de existir esta consciência e preocupação, tanto na fase de projeto e, principalmente, na execução técnica durante a fase da construção, seja de um edifício ou de uma obra de arte, é natural que com a utilização o desgaste seja inevitável.

No contexto da edificação, se refletirmos sobre elementos exteriores como as fachadas, estando estas expostas toda a sua vida útil às diferentes condições climatéricas (chuva, variação de humidade, variações de temperatura), esta longevidade fica ainda mais comprometida. A melhor forma de desacelerar esse desgaste e contribuir para a sua conservação e preservação é, sem dúvida, através da manutenção e reabilitação.

Parece simples, porém, nem todas as soluções construtivas se adequam de igual forma a todas as situações. A escolha errada de materiais para uma reabilitação pode produzir o efeito contrário ao desejado, resultando em mais e maiores problemas e não na eficácia que se procura, principalmente se se tratar de edificado antigo ou histórico.

Nesta situação em específico, particularmente em fachadas, a escolha dos materiais certos é imprescindível para atingir um bom resultado: tem que existir compatibilidade entre o suporte existente e o material que vai ser aplicado nesse trabalho de renovação ou reabilitação. Note-se que esta questão tanto é válida para uma reabilitação profunda como para uma ligeira, como por exemplo, um acabamento.

No passado, os materiais utilizados numa fachada apresentavam alta permeabilidade ao vapor. Por isso, se num trabalho de reabilitação aplicarmos um produto (seja um acabamento, um reboco, entre outros) com menor permeabilidade do que a existente no suporte, a respirabilidade da fachada não irá manter-se, resultando a médio/longo prazo em patologias, como condensações no interior e desenvolvimento de fungos.

A permeabilidade dos produtos deriva, principalmente, da sua composição (formulação), que além de influenciar a respirabilidade da fachada pode também comprometer a correta solidarização da solução de reabilitação com o suporte existente, traduzindo-se num desenvolvimento de várias patologias como fissuração, descolamentos, afloramento de sais solúveis, etc. De facto, a compatibilidade entre o suporte existente e a solução ou material que vai ser aplicado na reabilitação é imprescindível para o sucesso da intervenção.

Embora não restem dúvidas sobre a importância da escolha de materiais, sobretudo em edifícios antigos ou históricos, levanta-se a seguinte questão: onde encontrar produtos e soluções que assegurem todas essas caraterísticas?

Na Saint-Gobain Portugal S.A. dispomos de uma multiplicidade de soluções, integradas na gama webercal, desenvolvidas especificamente para dar resposta a estas situações: argamassas de preparação e consolidação de superfícies, rebocos (incluindo reboco térmico projetado – webertherm aislone), revestimento para acabamento liso e preparado para receber acabamento em pintura - webercal liso, e ainda a solução para acabamento colorido - webercal decor, disponível em várias cores. Todos estes produtos se caraterizam pela alta permeabilidade ao vapor, dispondo de uma composição à base de cal e ligante hidráulico.

Os produtos da Saint-Gobain Portugal S.A. para fachadas apresentam elevada e comprovada performance técnica e alta durabilidade, adequando-se aos mais altos padrões de qualidade exigidos pelo mercado.

Carolina Mateus, Gestora de Produto da Saint-Gobain Portugal

Pode comparar até 4 produtos.
Compare